Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/03/21 às 11h56 - Atualizado em 10/03/21 às 12h00

Avança habilitação de leitos no Hospital de Santa Maria

COMPARTILHAR

Unidade foi submetida a vistoria da Secretaria de Saúde, que avaliou vagas pediátricas e da neonatologia

 

 

AGÊNCIA BRASÍLIA* | EDIÇÃO: MÔNICA PEDROSO

 

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) deu mais um passo para conquistar a habilitação de 17 leitos no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM). Nesta terça (9), a unidade foi submetida a uma inspeção da Diretoria de Vigilância Sanitária, da Secretaria de Saúde (SES).

 

São 15 leitos de Cuidados Prolongados Pediátricos e dois da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de Neonatologia. Na ala pediátrica e na UTI Neonatal, os auditores avaliaram o funcionamento dos serviços, a estrutura, as boas práticas e a conformidade com obrigações estabelecidas por lei.

 

Após a entrega da documentação e a comprovação de conformidade pela SES, será emitido um relatório para permitir a habilitação dos leitos | Foto: Davidyson Damasceno/Iges-DF

 

Depois da vistoria, a equipe do hospital reuniu-se com a da SES para pontuar os documentos necessários ao andamento ao processo. Em documento, foi exigido que o HRSM apresente dados como a relação de equipamentos disponíveis e os indicadores de produção estabelecidos pela resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

17

Leitos serão habilitados no HRSM     

 

Estamos no caminho certo”, disse o superintendente operacional do HRSM, Ubiraci da Cunha Nogueira Filho. “É importante atuar de acordo com as normas para garantir o bom atendimento aos pacientes.”

 

Importância da habilitação 

 

O processo de habilitação dos leitos visa atestar as boas práticas e a regularidade legal na unidade de saúde, bem como garantir repasses de recursos federais à Secretaria de Saúde.

 

“Além de atestar a qualidade dos nossos serviços, a habilitação atende aos critérios do Ministério da Saúde e ajuda financeiramente a SES a investir na saúde pública do DF”, destacou o diretor de Atenção à Saúde do Iges, Jair Tabchoury Filho.

 

Após a entrega da documentação e a comprovação de conformidade pela SES, será emitido um relatório para permitir a habilitação dos leitos, posteriormente encaminhado ao Ministério da Saúde.

 

*Com informações do Iges-DF

 

Fonte: Agência Brasília