Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/01/21 às 17h27 - Atualizado em 29/01/21 às 17h27

Vacinação concluída em pacientes domiciliares de três regiões

COMPARTILHAR

AGÊNCIA BRASÍLIA* | EDIÇÃO: MÔNICA PEDROSO

 

A Secretaria de Saúde encerrou, nessa quinta-feira (28), a imunização contra a Covid-19 para pacientes do Núcleo Regional de Atendimento Domiciliar (Nrad) em três regiões administrativas. Foram 199 pacientes em Brazlândia e Ceilândia, que fazem parte da Região de Saúde Oeste.

 

 

Pacientes domiciliares de três RAs já foram vacinados contra a Covid-19 | Foto: Breno  Esaki/
Agência Saúde

 

Também foram vacinados 33 pacientes de Planaltina, na Região de Saúde Norte. A vacinação também ocorre em pacientes da Região de Saúde Centro-Sul, que já vacinou 20% do público. Na Região Sul a vacinação para pacientes do Nrad começará na próxima semana.

 

A responsável pelo Nrad da Região Centro-Sul, Michelle Lopes, explica que para definir os agendamentos é necessário “levar em consideração a área de abrangência. Para otimizar o trabalho das equipes, organizamos a vacinação por setores de atendimento. Nessa terça-feira, por exemplo, vacinamos os pacientes e cuidadores da Estrutural”. Até o momento, 37 pacientes foram imunizados no Guará e na Estrutural, que fazem parte da região.

 

Em Sobradinho, na Região Norte, as vacinas começaram a ser aplicadas na última quarta-feira (27) e 36% da população-alvo foi imunizada até o momento.

 

Público-alvo

 

Nesta fase da campanha de vacinação estão contemplados os profissionais da ativa na rede pública de saúde, em todos os níveis de atenção à saúde: básica, hospitalar, Fundação Hemocentro, Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde, Administração Central, profissionais de saúde voluntários, profissionais de vigilância, limpeza e administrativos.

 

Na rede privada, a vacina está disponível somente para os profissionais que atuam na atenção hospitalar. Também foram incluídos os trabalhadores do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF).

 

Fazem parte, também, os idosos a partir de 60 anos e pessoas com deficiência que vivem em unidades de acolhimento, cuidadores que atuam nessas instituições, povos indígenas que vivem em terras indígenas, pacientes internados em Home Care SES-DF (SAD-AC – pacientes de alta complexidade, internados em casa, que são assistidos com suporte de ventilação mecânica) e pacientes internados no Núcleo Regional de Atendimento Domiciliar (AD2 e AD3 – pacientes internados em casa e acompanhados pelas equipes do Nrad da Secretaria de Saúde), e trabalhadores dos serviços de Atenção Pré-Hospitalar (APH): Resgatistas do Corpo de Bombeiros Militar e outras instituições privadas que prestam APH.

 

*Com informações da Secretaria de Saúde

 

Fonte: Agência Brasília