Governo do Distrito Federal
25/02/22 às 18h35 - Atualizado em 25/02/22 às 18h35

Licitação ampliará malha cicloviária ligando o Gama à Epia

Serão quase 10 km de pista exclusiva para ciclistas, com investimento de mais de R$ 5 milhões. A publicação foi feita nesta quinta (24) no DODF

 

O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) publicou, no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta quinta-feira (24), o aviso de concorrência nº 3/2022, destinado a definir a empresa que vai realizar a execução das obras de implantação de ciclovia nas rodovias DF-480 e DF-065. A licitação está marcada para acontecer no dia 29 de março, às 10h, na sede da autarquia.

 

Na DF-480, obra vai abranger o trecho de aproximadamente 4 km do Gama ao entroncamento com a Estrada Parque Contorno (DF-001), enquanto a ciclovia da DF-065, que terá extensão aproximada de 5 km, vai da Estrada Parque Indústria e Abastecimento (DF-003) ao entroncamento com a DF-001| Foto: Divulgação/DER-DF

 

Na DF-480, a obra vai abranger trecho de aproximadamente 4 km, do Gama até o entroncamento com a Estrada Parque Contorno (DF-001), onde fica o Balão do Periquito. Já a ciclovia da DF-065, que terá uma extensão aproximada de 5 km, ligará a Estrada Parque Indústria e Abastecimento (DF-003) ao balão.  Ou seja, com a conclusão dos dois trechos, será possível ir do Gama à Epia pela ciclovia.

 

O investimento previsto nas duas obras é de R$ 5.257.461,51. “A melhora na mobilidade depende também da construção de ciclovias. É cada vez maior a necessidade de adequar nossas rodovias aos usuários de bicicleta. E esse é um pensamento que o DER não apenas projeta, mas também põe em prática”, afirmou o diretor-geral do órgão, Fauzi Nacfur Júnior.

 

O comerciante Roberto Carlos Garcia, de 31 anos, comemorou a informação. Para o morador do Gama, a futura obra vai facilitar a prática de esportes, além de proporcionar economia no gasto com combustível. “Não vou ter mais desculpa para deixar a bike guardada. Em breve vou pedalar e de quebra gastar menos com gasolina”, disse.

 

Fases da licitação

 

A entrega dos envelopes com os documentos das empresas concorrentes, primeira fase da licitação, está marcada para 29 de março, e ocorrerá na sala de Comissão Julgadora Permanente (CJP), no edifício sede do DER-DF. A segunda fase, a abertura das propostas de preço, será analisada pela comissão e posteriormente divulgada às empresas habilitadas a participar da concorrência, seguida pela escolha da empresa vencedora do certame.

 

A última etapa é a assinatura do contrato e, na sequência, a assinatura da ordem de serviço, para início imediato dos trabalhos. Todo esse trâmite leva aproximadamente 90 dias.

 

O que será feito

 

Após o processo licitatório, a obra passará pelas fases de terraplenagem, pavimentação, serviços de drenagem, obras complementares que incluem calçadas, sinalização horizontal e vertical e componente ambiental. Iniciada a obra, a empresa terá 150 dias para executar o serviço.

 

*Com informações do DER-DF

 

Agência Brasília* | Edição: Renata Lu